quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O que o fundo do mar esconde.....







Ânforas são vasos antigos de origem grega de forma geralmente ovóide e possuidoras de duas alças. Confeccionados em barro ou terracota, com duas asassimétricas, geralmente terminado em sua parte inferior por uma ponta ou um pé estreito, e que servia sobre tudo para o transporte e armazenamento de gêneros de consumo, tal como a salmoura. Era usada pelosgregos e romanos para conter sobretudo líquidos, especialmente o vinho. Servia também para conterazeite, frutos secos, mel, derivados do vinho, cereais ou mesmo água.

A palavra "ânfora" vem do latim amphora, que por sua vez é derivada do grego αμφορεύς (amphoreus), uma abreviação de αμφιφορεύς (amphiphoreus), uma palavra composta combinando amphi- ("nos dois lados", "duplo") e phoreus ("carregador"), do verbopherein ("carregar").

Para uma correcta classificação deste tipo de recipiente, existem diversos catálogos (Dressel, Haltern, Lamboglia, Benoit, Gauloise, etc), de terminologia complexa e por vezes dúbia. A história da classificação destes está constantemente a ser alterada, de acordo com os dados que vão sendo recolhidos em diversas escavações arqueológicas em terra e sub-aquáticas.

Em Portugal, principalmente no litoral e ao longo dos principais cursos de água (rios), vão sendo descobertos inúmeros fragmentos deste tipo de recipientes, cuja produção remonta a lugares tão distantes como o mediterrâneo oriental, mundo grego, Península Itálica, provínciaGálica, Tarraconense e, mais próximas, da bacia de Cádiz e norte de África. Também foram produzidas ânforas em território Lusitano, em épocas mais tardias e geralmente relacionadas com o envase de produtos marinhos ou derivados deste.

A título exemplificativo, uma das formas mais conhecidas no Noroeste peninsular é a Haltern 70, que se difunde desde Roma à Bretanha, por todo o litoral mediterrânico e atlântico.

4 comentários:

Noah disse...

Olá Herondina
Muiiiiiiito grata por teu apoio.
300 bj♥s para ti
Estas ânforas me tocam em especial.
Aliás, muito Em Especial!

José Maria Lobato disse...

Olááááá,,, desculpe-me a longa ausência do seu blogue, mas estive fora sem acesso bom à net, agradeço ainda as visitas e comentários no meu espaço, a sua fidelidade é especial e fico sempre grato pelo carinho!!!
Espectaculares esses tesouros escondidos no fundo dos mares, quem me dera encontrar alguns também!!!
beijocas,,, Zé Maria

José Maria Lobato disse...

Olá, agradecendo sua visita e com certeza virei aqui mais vezes me deliciar com o seu excelente Blogue!
Abraço, Zé Maria

Milai disse...

Obrigada herondina pela visita no meu aniversário.
Bjs